domingo, julho 03, 2005

Quando For Grande Quero Casar Contigo.

Era uma vez um menino. Tinha sete anos quando a família se mudou para aquela rua, para o prédio novo que tinham mesmo acabado de construir ao lado do dela. Ela era um ano mais velha, naqueles tempos quase pré- históricos em que meninas não deviam brincar com meninos e muito menos desconhecidos. Mas tornaram-se inseparáveis rapidamente. Eles não eram propriamente abastados, mas ele solucionava toda e qualquer falta de brinquedos com a sua grande criatividade e engenho. Um belo dia presenteou-a com um tabuleiro de damas que fizera de cartão pintado de preto e de prateado, assim como as respectivas damas.
Duas metades de uma caixa de fósforos, ligadas por uma comprida guita, uniam as varandas daqueles garotos, uma no primeiro andar, outra no rés- do- chão.
A minha tia contou-me esta velha história de amor. Quase tão velha como ela. E como ele, decerto.
A vida, por vezes traiçoeira, fê-la seguir outros caminhos. Mas, sorrindo e com duas lágrimas fininhas a correrem silenciosamente pelo rosto, confessou-me: Naquele tempo, ninguém tinha coragem de dizer que não se casava, no próprio dia, mas, vestida de noiva, enquanto todos iam entrando e me iam cumprimentando, eu esperava que ele subisse aquela escada…Se esse milagre tivesse acontecido…
Talvez o menino de outros tempos, decerto bem mais feliz do que a minha velha tia, goste de blogs e de saber que ela não escolheu o outro, só não soube retroceder e talvez ele sorria com carinho porque, tantos anos após, ela ainda conta esta história bonita à sobrinha.

2 Comments:

Anonymous Anónimo said...

This is very interesting site... »

6:07 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Where did you find it? Interesting read video editing schools

5:48 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home